O CINEMA NA HISTÓRIA.

O USO DO FILME

COMO DOCUMENTO HISTÓRICO E

COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE HISTÓRIA.

 

 

                                                                                 

Este site foi criado como um projeto extensão desenvolvido junto a Universidade Estadual de Londrina-UEL, tendo como objetivo a pesquisa sobre o uso do filme como documento histórico e como recurso didático no ensino de História, pois não podemos entender a história da sociedade humana a partir do século XX sem conhecer o cinema por ela produzido. Assim é necessário que seja reconhecida uma circulação fluida de práticas que extrapolam as fronteiras sociais e o cinema é um dos muitos os exemplos dos usos populares de idéias e códigos. Reconhecer que essas fronteiras são essencialmente o lugar da alteridade, o lugar de encontro dos que por diferentes razões são diferentes entre si. Esse conflito imprime à fronteira uma dupla feição: lugar de descoberta e de desencontro. O tema da alteridade evoca práticas econômicas, sociais e simbólicas que são elaboradas a partir da multiplicidade de concepções acerca do outro, do espaço e da natureza.

 

Não apenas a confrontação de experiências, também, memórias, histórias sobre os processos de lutas e os imaginários sociais são aqui compreendidos. Nesse sentido as imagens cinematográficas colocam constantemente um projeto de construção e de enfoque da sociedade. O projeto tem por objetivo efetuar um inventário de filmes brasileiros tendo como fundamento propostas teóricas e metodológicas discutidas por Marc Ferro, Pierre Sorlin, Edgar Morin, Robert Stam entre outros pesquisadores do cinema como documento histórico.

  

 

 

 

 

Méliès, Viagem à Lua (1902)

 

 

 

Méliès, Viagem à Lua (1902)